Foi realizada na manhã dessa terça-feira (31), pela SEMTHAS- Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação e assistência Social, junto com a Secretaria de Saúde, no Auditório do SINDSPEM, a capacitação técnica para os agentes municipais de assistência social e saúde responsável pela execução do Programa de Complementação Alimentar de gestantes e nutrizes em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar e nutricional.

Estiveram presentes os profissionais da Saúde  incluindo a Coordenação básica, responsável pelo sistema do Bolsa na saúde, enfermeiras, agentes Comunitários de Saúde, equipes dos NASF, Assistentes Sociais da Saúde) e os todos os profissionais da Assistência Social/SEMTHAS incluindo o Programa Bolsa Família, Plantão Social, CRAS (Centro de referencia em Assistência Social) Santo Antônio, CRAS Senhor do Bonfim, CREAS ( Centro de referencia Especializado em Assistência Social), SCFV- Serviço de Convivência e Fortalecimento de vínculos,  entre outros envolvidos.

De acordo com a Gestora do Programa e Assistente Social Leidy Ane Oliveira Silva, essa é uma ação do Governo do Estado de Alagoas em parceria com municípios Alagoanos, para o retorno do Programa de Cestas Nutricionais.

“O objetivo principal é Promover a segurança alimentar e nutricional da população assistida, garantindo de forma regular e permanente o acesso à alimentação em quantidade e qualidade adequada, colaborando para o adequado desenvolvimento da primeira infância. A meta do Programa é atender 100% das GESTANTES E NUTRIZES, beneficiados pelo benefício BVG(Benefício Variável Gestante) e BVN (Benefício Variável Nutriz) do Programa Bolsa Família, e que atendem aos critérios do programa”, explicou.

Com isso, a identificação da beneficiária será realizada na Rede Municipal de Saúde, com inicio do acompanhamento na Unidade Básica de Saúde local, pré-natal no caso de gestantes e as nutrizes acompanhamento da mãe e criança e encaminhada ao CRAS ou setor responsável pelo cadastramento, sendo em seguida avaliada para inserção no Programa. Ao está devidamente cadastrada e atendendo os critérios definidos, a beneficiária receberá o Cartão do Projeto e deverá participar de todas as atividades ofertadas: Ações socioeducativas, palestras, grupos de convivência nos CRAS.

De acordo com informações da SEMTHAS, os critérios para inserção no programa são: Residir no Município, está cadastrada no Cadastro Único para ter o NIS (Numero de Identificação Social), possuir os documentos pessoais :RG E/OU CTPS, CPF, Comprovante de Residência atualizado).

Após essa etapa, as beneficiárias serão orientadas na Unidade Básica de Saúde (UBS) local, para qual setor fará o cadastramento portanto todos os documentos exigidos. O próximo passo do Programa é o envio do cronograma de recebimento das Cestas Nutricionais no Município para divulgação da data de início de Cadastramento e posterior data de do Lançamento do Programa com a participação das beneficiárias e entrega das cestas nutricionais para as mesmas.