IMG_7538 Está em cartaz no prédio da Secretaria de Cultura, no centro histórico de Penedo, a exposição do artista Nilton de Almeida Santos. O personagem é antes de tudo, um curioso. Nilton desenha miniaturas de brinquedos gigantes com motores, além de ser escultor, pintor, e ter variados talentos que aprendeu sozinho, por meio da observação minuciosa. Um autodidata, mas ele prefere dizer que foi “a sabedoria divina”.

Suas peças feitas de madeira e de palitos de picolé são coloridas e remetem para as memórias das paisagens do interior. O parque de diversões, com carrosséis e balanços, a casa de farinha, com as famílias trabalhando nas máquinas rústicas, tudo em movimento, movido pelos motores construídos de modo a dar vida aos brinquedos.

“Desde pequeno ficava observando os alunos da Escola de Arte de Penedo. Sempre fiquei atento aos entalhes, os cortes na madeira, fui experimentando até desenvolver meu talento, buscado ainda na fé, sempre pedi iluminação a Deus”, declara.

Foi esculpindo peças pequenas, Nilton fez crescer um sonho que pretende colocar em prática em breve. Ele construiu um barco e vai levar toda a sua obra navegando até a foz do Rio São Francisco. “Vou apresentar a todos o meu trabalho, ajudar a divulgar minha cidade tão querida”, revelou.

Serviço: Exposição acervo Nilton Santos

Local: Secretaria de Cultura de Penedo – Avenida Dâmaso Dumonte, Centro histórico.

Horário: Das 8 às 17 horas