Prefeito MqarciusÀ luta foi grande, idas e vindas entre Penedo, Maceió e Brasília. Passados dois anos do anúncio oficial das 44 cidades históricas contempladas no Programa de Aceleração do Crescimento das Cidades Históricas, feito pela própria presidenta Dilma Rousseff, em agosto de 2013 na cidade mineira de São João del-Rei, dos nove contemplados de Penedo, dois foram inaugurados nesta sexta-feira (25).

Foram inaugurados na presença de diversas autoridades, as obras de restauro do Círculo Operário e Biblioteca Pública. Os dois prédios históricos receberam investimentos na ordem de R$ 2 milhões para serem aplicados na total recuperação, que contemplou acessibilidade com elevadores, troca do madeiramento e telhas. E ainda, projeto hidráulico, elétrico, pisos, revestimentos, pintura e novos conjuntos sanitários.

A solenidade contou com a presença da presidenta do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Jurema Machado, do coordenador do PAC das Cidades Históricas, Robson Almeida, do superintendente do IPHAN em Alagoas, o penedense Mário Aloísio e do deputado federal, Paulo Fernando, o Paulão (PT). E também, do prefeito de Penedo, Marcius Beltrão e do vice Ronaldo Lopes.

Emocionado, o arquiteto Mário Aloísio destacou o momento, como sendo o início de mais uma grande conquista para Penedo, que vai no futuro contribuir com o turismo e a economia do município. “Sempre é muito bom estar de volta a Penedo, com coisas boas, acontecimentos positivos. Sempre tento fazer o que é bom por nossa cidade. Na minha ótica, devolver parte do que recebi desta cidade, esse é o meu grade objetivo, agradecimento. E esse projeto em dar funcionalidade aos prédios, gerar renda e contribuir com a economia e o turismo de negócios da região, foi uma grande conquista, que contou com o engajamento da Prefeitura na elaboração dos projetos. Esses dois de hoje, fazem parte de uma sequência no total de 10. Todos estão de parabéns”, enfatizou o superintendente do IPHAN.

Pela segunda vez em Penedo, sendo a primeira na inauguração da Casa do Patrimônio, quando na oportunidade assinou a ordem de licitação do Projeto de Requalificação Urbanística do Largo de São Gonçalo, a presidenta do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Jurema Machado, parabenizou o emprenho dos envolvidos na elaboração dos projetos, e ainda, trouxe quatro boas notícias para Penedo.

“A preservação dos prédios históricos não se trata apenas de recuperar fachadas, alvenaria. Mas sim, preservar parte da nossa história, do que naquele prédio tem guardado não de físico, estrutura, o todo é o que ele representa, a sua essência e história. Neste prédio do Círculo Operário, toda uma história resguardada e ainda, que busca manter viva a Escola de Santeiros do Penedo. Percebo hoje como foi visionário o presidente Lula quando o último mandato iniciava o programa de recuperação e restauro de prédios históricos, sendo prosseguindo pela presidenta Dilma. Especial em Penedo, todos os projetos foram pensados na viabilidade econômica, preservação com geração de emprego. Tudo está andando bem para colocarmos em prática o projeto de Centro de Convenções. Parabenizo também a parceria entre Governo Federal e Prefeitura de Penedo”, frisou.

Quatro novos projetos 

Durante sua fala, a presidenta aproveitou o Círculo Operário repleto de gente, para anunciar que os projetos do Theatro Sete de Setembro e Chalé dos Loureiros, foram aprovados e liberados para iniciar o processo de licitação. Ambos serão totalmente recuperados, vão receber elevador para cadeirantes e idosos. A mais velha casa de espetáculos de Alagoas também vai ser contemplada com projeto luminotécnico, som e central de ar-condicionado.

Já a obra de recuperação do Monte Pio dos Artistas, onde funciona um importante projeto social que ensina música para crianças, uma empresa já ganhou a licitação e deve iniciar os trabalhos no mês de outubro. A outra novidade foi a Marina Pública, que também teve seu projeto aprovado e foi publicada sua licitação. O projeto vai transformar a antiga fábrica de sabão do Bairro Santo Antônio em Escola Náutica e Marina Pública, com o norte de desenvolver o turismo náutico e de pesca esportiva no Baixo São Francisco.

Em seu discurso, prefeito lembrou à luta em busca de recursos 

Encerrando o dia festivo de inaugurações, Marcius Betrão lembrou à luta para conseguir recursos e a aprovação dos projetos em Brasília e o engajamento do vice Ronaldo Lopes e do Escritório de Projetos de Maceió.

“Primeiramente quero agradecer a parceria do Município com o IPHAN e seus servidores, na pessoa de Mário Aluísio. Bem, sei o quando fomos criticados pelas nossas idas a Brasília e pela criação do Escritório de Projetos em Maceió. A justificativa de tudo, vocês estão vendo agora, dois prédios belíssimos e totalmente recuperados. Penedo é um canteiros de obras. Apesar da crise, com o apoio dos parceiros que amam e respeitam nossa cidade, tudo é realidade e o trabalho pode ser perceptível. O nosso sonho se transformando em realidade e a cidade seguindo para o desenvolvimento do turismo de negócios. Aqui presente o coordenador do PAC das Cidades Históricas, Robson Almeida. Esse é apaixonado por Penedo desde o Monumenta e podemos dizer que é penedense de coração. Sem querer alongar mais, lembro para vocês do IPHAN e PAC, que já possuímos projetos prontos para o próximo ano e vamos bater na porta de vocês em Brasília. Sou insistente, pelo bem do nosso povo e da cidade. Parabéns e obrigado aos que lutam ao nosso lado pelo bem de Penedo”, encerrou o prefeito de Penedo, Marcius Beltrão, que na companhia das demais autoridades, descerrou a placa comemorativa .

Projeto ‘Centro de Convenções’ 

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) contratou um estudo que apontou a viabilidade econômica e turística de Penedo em ser um Centro de Convenções. Despontar no interior do estado para o turismo de negócios. Para isso, a Prefeitura de Penedo e o Instituto, apontou para restauração de prédios e do antigo Cine São Francisco. Com isso, a Biblioteca, o Theatro, o Fórum e a Associação Comercial, ganhariam viabilidade econômica com a transformação dos seus espaços em auditórios. Sendo o principal, para mais de mil assentos, o do Cine São Francisco, com recursos do Ministério do Turismo, cerca de R$ 5 milhões. Com a sua reforma, Centro de Convenções passaria para o Município administrar, mediante comodato de 20 anos.

Projetos contemplados de Penedo

1 – Requalificação Urbanística do Largo de S. Gonçalo – EXECUÇÃO;
2 – Theatro Sete de Setembro – LIBERADO PARA LICITAÇÃO;
3 – Marina Pública – LICITAÇÃO NA RUA;
4 – Cine Penedo – OBRA EM FASE FINAL;
5 – Montepio dos Artistas – INÍCIO DA OBRA EM OUTUBRO;
6 – Círculo Operário – INAUGURADO;
7 – Biblioteca de Penedo – INAUGURADO;
8 – Chalet dos Loureiros – LIBERADO PARA LICITAÇÃO;
9 – Cais da Marina de Penedo;

Total de recursos R$ 20.887.000,00.

* Transformação do Cine São Francisco em Centro de Convenções;
Total: 4.957.830,25. Recursos do Ministério do Turismo.*