P1010585

Com o objetivo de trabalhar a inclusão de crianças com alguma necessidade especial nas escolas da rede municipal de ensino, a Secretaria Municipal de Educação (SEMED), promoveu um encontro com pais que possuem filhos autistas na manhã desta sexta-feira (04).

O dia 02 de abril foi escolhido mundialmente para a conscientização do autismo, síndrome que atinge quase  dois milhões de brasileiros e que segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), estima-se que haja mais de setenta milhões de portadores em todo o mundo.

Os profissionais da Educação Especial da SEMED optaram por dar mais ênfase ao tema e assim promover um dia diretamente voltado  aos alunos das escolas municipais.

Além de autistas, o convite foi estendido aos portadores de síndrome de Down para vivenciar este momento onde foram passadas técnicas de relaxamento, pintura e a troca de experiências entre os pais presentes.

“A intenção deste encontro e de outros que certamente irão acontecer é promover  o “estreitamento” entre educadores, pais e estudantes especiais, mostrando que existem dificuldades que podem e devem ser superadas com a união de todos”, declarou o secretário de educação Wesley Marques.

Para a psicopedagoga especializada em Educação Inclusiva Gleide Lima é necessário que os pais não tranquem numa cúpula seus filhos e saibam que a criança de hoje deve ser integrada na sociedade, sendo criados não para os pais e sim para o mundo.

A psicopedagoga dos quadros técnicos da SEMED, Miranildes Pereira, passou para os pais que permaneceram descontraídos e atenciosos a tudo que lhes eram transmitidos, exercícios de relaxamento  dos músculos, aconselhando-os a utilizar a música também como terapia, visto que algumas crianças carecem desta técnica para ficarem calmos, pois passam por certa agitação mental.

Segundo Miranildes, existem pais que acham que as crianças são como algo “quebrável”, porém os mesmos não devem se angustiar e passarem confiança para os filhos. A psicopedagoga ao aplicar uma dinâmica, mostrou que é possível, apesar das dificuldades impostas pela vida, executar tarefas aparentemente impossíveis.

Anacely Correia, também psicopedagoga da rede municipal de ensino, que atua como Clínica Institucional, adiantou que em setembro do corrente ano a Coordenação de Educação Especial promoverá um grande evento totalmente direcionado à Inclusão, onde acontecerão palestras, exames de audiometria, atividades lúdicas, pinturas e confecção de brinquedos com material reciclável, além de serem aplicadas técnicas de relaxamento.